As Historias de Daniel B. vol. 3 Cap. 9A

Espero que estejam gostando da leitura.
Se puderem compartilhem com amigos.




CAPITULO IX

É um Daniel cansado e preocupado que deixa o planeta Danny em rumo a Terra.
A ocupação do sistema Danny já começara.
Chega a Estação Espacial e toma a decisão de iniciar a instalação de seu aero-espaço-porto.
Entra em contato com Gigante.
¾    Ola, amigo. Estou na Estação Espacial daqui a minutos estarei ai contigo.
¾    Ótimo. Lembre-se que lhe pedi para conseguir passar pelo menos uma semana aqui comigo.
¾    Esta difícil. Mas vou tentar. Ate daqui a pouco. Peça que meus pais estejam ai. Se possível.
¾    Eles estão aqui na Base. Mas já iam sair. Vou detê-los. 
¾    Diga lhes que é rápido. Fui.
Daniel se encaminha a sala de teletransporte com Mirian. Seus colaboradores já haviam se retirado diretamente para Terra. Cada qual tinha uma missão especifica a resolver. O tempo estava correndo.
O casal de médicos, dr. Mateus e dra. Regiane, e a repórter Linda, estavam aguardando Daniel na sala de teletransporte da Base da Montanha.
¾    Daniel, precisamos definir alguns detalhes para a inauguração do Hospital da Humanidade.
¾    Faremos isto em meia hora. Antes preciso falar com meus pais. Venham conosco.
¾    Sim. Mas enquanto andamos, conversemos.
¾    O que lhes aflige? Pedi ao Gigante para marcar a inauguração para amanhã. Esta tudo sendo preparado. Podem ir ao local e verificar.
¾    Não é isto. Disto sabemos. Agora, os detalhes já estão todos providenciados? Os médicos, enfermeiros, pessoal de apoio. Robôs? Tudo?
¾    O Gigante coordenou tudo. Vocês só precisam chegar na hora certa e fazer seu discurso. A partir dai é com vocês. E você, Linda, será a responsável pela atualização de informações ao publico e a imprensa.
¾    Eu sei. Amanhã estarei lá, impecável. Terão orgulho de meu trabalho.
¾    Temos certeza disto.
¾    A proposito. Posso mencionar as recentes descobertas? O Sistema e o Planeta Danny? Ou ainda não?
¾    Pode. Eu preciso falar na universidade de arqueologia. Então ate é bom que já estejam a par de alguma coisa.
¾    Ótimo. Receberei o Prêmio Pulitzer de Jornalismo. Agradeço a honra de anunciar esta descoberta. Porem os detalhes ficarão por sua conta.
¾    Estaremos sempre prontos para o próximo ato.  Chegamos. Entrem. Não tenho segredos para vocês. Quase...
Os pais de Daniel estavam esperando.
¾    Ola filho. Tudo bem nesta viajem?
¾    Sim, mamãe. E vocês como estão, já fazia algum tempo que não nos víamos.
¾    Estamos bem, sim, Daniel. Pediu que o esperássemos. Novidades?
¾    Muitas. Mas depois eu conto. Vão sair para onde?
¾    São apenas alguns retoques com a assessoria e a segurança do presidente e de algumas celebridades do mundo da politica. Nada de mais.
¾    Como foi o resultado da compra de fazenda? Esta feito? Já foram vê-la?
¾    Sim. Realizamos a compra. A visitamos e ela esta a disposição para o inicio da construção da siderúrgica.
¾    Nela também vai ser construído o aero-espaço-porto. Um aeroporto para naves de pequeno, médio e grande porte.
¾    Vai causar um fuzuê. Mas tudo bem. E a inauguração do hospital. Vai ficar para ela, não vai?
¾    Sim. Estamos aqui para isto. E durante a inauguração a repórter Linda fara o anuncio da descoberta do sistema e do planeta Danny. E que já colocamos uma guarnição nele. E para breve estaremos aceitando candidatos que queiram morar nele.
¾    Já? Não é muito cedo?
¾    Não. Tenho pressa de melhorar a visão do povo da Terra. E nada melhor que oferecer conquistas a eles.
¾    Você é quem sabe. Mais alguma coisa?
¾    Sim. Quero que vocês vão comigo em minha próxima viagem ao nosso novo planeta.
¾    Quando será? Temos muitos compromissos aqui. Nós e o Teddy, o robô interprete que nos deu.
¾    Ele é muito útil ate para a segurança de vocês. Sabem que agora são celebridades. E detêm um grande poder nas mãos. Cuidado.
¾    Sempre temos. Já descartamos muitas ofertas de amizades sombrias. Estamos atentos.
¾    Ótimo. Ficarei uma semana aqui, o Gigante quer acertar alguma coisa comigo. Então é bom amarrar esta ponta de vez. Estou correndo demais ultimamente. Preciso descansar.
¾    Que bom, filho. Então conversaremos mais tarde. Estamos indo. Beijos.
¾    Ate mais papai e mamãe.
Daniel, o casal de médicos e a repórter Linda ficam com a companhia de Gigante.
¾    Amigo. Como estão os preparativos da inauguração?
¾    Esta tudo pronto. Estava aguardando somente vocês.
¾    Gigante. Quantos convidados estarão presente?
¾    Dr. Mateus, entre políticos, imprensa, médicos, representantes de países estrangeiros, 600 pessoas. O pessoal que trabalhará no Hospital da Humanidade são 3000 funcionários no inicio das operações.  Nossos robôs médicos, técnicos, segurança e de limpeza 3000 também, mas somente no inicio. Estaremos disponibilizando mais, de acordo com as necessidades e o crescimento do numero de níveis liberados.
¾    Obrigado Gigante pelas informações.
¾    Doutor e doutora quais especialidades que serão implantadas no inicio das operações?
¾    Serão as seguintes Linda, mas lhe entregaremos tudo documentado, Gigante quer narrar?
¾    Farei isto doutora Regiane. E depois imprimirei uma copia.
¾    Grata, Gigante.
¾     Especialidades Médicas nestes 100 primeiros níveis que estão divididos em quatro blocos distintos.
ü  - Alergia e imunologia: sistema imunológico
ü  - Anestesiologia: aplicação de anestesia e estudo da dor
ü  - Angiologia: sistema circulatório
ü  - Oncologia: tumores, cânceres
ü   - Cardiologia: coração
ü  - Cirurgia geral, pediátrica, mãos e pés, pescoço, plástica, vascular.
ü  - Coloprocotologia: intestino, reto e ânus
ü   - Dermatologia.
ü   - Endocrinologia: glândulas
ü   - Genética médica.
ü   - Geriatria: saúde e doenças dos idosos
ü   - Ginecologia: sistema reprodutor feminino
ü   - Hematologia: sangue
ü   - Infectologia: infecções causadas por bactérias, fungos e vírus
ü   - Mastologia: tratamentos e doenças das mamas.
ü  - Nefrologia: rins
ü  - Neurologia: sistema nervoso
ü  - Oftalmologia: olhos
ü  - Otorrinolaringologia: ouvido, nariz e garganta
ü  - Pediatria.
ü  - Pneumologia.
ü  - Psiquiatria.
ü  - Urologia.
ü  - Medicina Física e Reabilitação. : diagnóstico e terapêutica de diferentes entidades tais como doenças traumáticas, do sistema nervoso central e periférico, orto-traumatológica, cardio-respiratória.
ü  - Medicina Nuclear: é o estudo imaginológico ou terapia pelo uso de radiofármacos.
ü  - Patologia Clínica.
ü  - Reprodução humana.
ü  - Transplante de medula óssea
¾     E os laboratórios especializados?
¾     Estarão reunidos todos  em um mesmo nível. Ou ate mesmo em dois níveis de acordo com o aumento das necessidades. Os laboratórios são a garantia da eficiência do trabalho do hospital. Deles sairão os resultados e respostas as perguntas. Da natureza virá o resultado definitivo do tratamento que esta sendo esperado. É a tecnologia e a natureza trabalhando juntas.
¾     Obrigada Gigante.
¾     Esta sendo impressa uma lista para todos vocês. Esperem. Nela os departamentos estarão mais bem detalhados. Os equipamentos que serão utilizados em cada setor.
¾     Será uma enciclopédia.
¾     Um pouco menos, senhorita Linda.
¾     Gigante, como esta o papai?
¾     Ele esta totalmente curado. Era apenas uma disfunção celular. Ele será apresentado como o primeiro enfermo que foi curado em nosso hospital. Se a senhorita permitir.
¾     Claro Gigante. Tenho certeza que mamãe não se oporá.
¾     Mais alguma pergunta, amigos?
¾     Não Gigante. E os senhores e senhorita?
¾     Também não. Amanhã nos veremos. Senhorita Linda, nos acompanha em nosso lanche?
¾     Sim, doutora. Ficarei honrada com a companhia.
¾     Ate mais então, amigos. Ficarei aqui com a Mi.
Os médicos e a repórter saem e vão ao refeitório.
¾     Gigante. Já teve tempo de analisar  os desenhos, ou escrita na caverna? Já decifrou?
¾     Alguns símbolos, já. Mas a totalidade para ter sentido, ainda não. Logo terei a resposta.
¾     Viu a imagem do esqueleto. Tem uma ideia de que povo era este?
¾     Sim, uma ideia. Porem prefiro dar uma resposta mais incisiva no final das analises. Espere mais um pouco. Ainda tem informações chegando via transmissão de imagens. Nem você as viu ainda.
¾     Quero estar a par de tudo depois.
¾     Daniel, disse a seus pais que pretende ficar. Poderemos trabalhar então?
¾     Sim. Quero terminar alguns assuntos que iniciamos, eu e você.
¾     Excelente. Há muita coisa para atualizar.
¾     Como estão as obras da Base Sandra?
¾     Ainda vai demorar bastante tempo para ficar pronta. Mas esta dentro das expectativas. Os carregamentos de Trinlio e denser estão chegando normalmente. Sendo transformados em Borg na Base do Tibete. E voltando a Base Sandra para revestimento da base. Somente quando toda a superfície estiver totalmente coberta, iniciaremos o enchimento das colunas.
¾     Qual será a fonte de alimentação que será utilizada na Base?
¾     Um núcleo energético.
¾     Como assim? Ainda não conheço este processo.
¾     É como se fosse o núcleo de uma micro-estrela. Ele alimenta a si mesmo. Só precisa ser contido. Nunca para de gerar energia.
¾     Ainda vou aprender este sistema de energia?
¾     Faz parte das coisas que estão em suspenso. Mas logo poderemos pô-las em dia.
¾     Gigante, onde esta meu pai?
¾    Esta no hospital, senhorita. Esta se restabelecendo e se fortalecendo. Vai vê-lo logo. Ele também esta ansioso para vê-la.
¾    E mamãe?
¾    Esta lá também. Acreditei ser o melhor para eles.
¾    Era câncer mesmo?
¾    Era um câncer mas que não seria destrutivo por alguns anos. As informações que a senhorita havia me passado quase geraram um erro. Mas as analises resultaram no diagnostico correto em tempo. Fique tranquila. No campo do estudo dos diversos tipos de câncer, a humanidade ainda esta engatinhando.
¾    Obrigada Gigante, você é mesmo um amigão.
¾    Gigante, preciso ir descansar. Logo mais volto aqui. Tudo bem?
¾    Certo Daniel. Estarei te aguardando. Vão descansar.
¾    Eu não voltarei hoje, amigo. Vou ver meus pais. Tchau.
¾    Ate mais Mirian.
Saíram e foram para seus aposentos. Ficaram algum tempo juntos conversando no aposento de Mirian. Mas Daniel foi para o seu. Gostaria de permanecer eternamente ao lado desta jovem que tanto amava. Mas tudo ao seu tempo. Respeito e honra eram seu lema.
Adormeceu imediatamente.
No dia seguinte...
¾    Daniel...
¾    Oi mãe. Que foi, não vai ter aula hoje...
¾    Eu sei que não vai ter aula, mas não sou sua mãe. Acorda.
¾    Hein... que foi? Dionizio... cara, desmaiei de sono. Eu nem vi a noite passar.
¾    Já esta na hora de se aprontar. Daqui a pouco será a inauguração do Hospital da Humanidade.
¾    Eu ia falar com o Gigante. Esqueci-me totalmente. Bem, vamos lá. Depois converso com ele.
Levantou, tomou um banho e foi comer.
¾    Mamãe, papai, cadê a Mi?
¾    Ela saiu cedo. Foi ver a mãe e o pai dela. Ela encontra você lá no hospital. Dormiu bem?
¾    Se dormi, desmaiei ontem a tarde e só acordei agora.
¾    Coma e vamos ao HH.
¾    HH? Que isto?
¾    Hospital da Humanidade. É mais fácil assim.
¾    Só o senhor mesmo papai. Em um minuto estarei pronto. E vamos.
¾    Coma direito. Ainda temos mais de uma hora e o HH é aqui ao lado. Vamos pelo túnel.
¾    Já esta pronto?
¾    Sim. Acabou antes de ontem. E temos uma linha de transporte de luxo para lá. O Gigante pensa em tudo.
¾    Ele pensa mesmo. E vocês já acabaram de comer?
¾    Sim, só estávamos aguardando você.
Rapidamente Daniel come e estão prontos a sair.
A maioria das pessoas que trabalhavam com Daniel já estavam ou a caminho do túnel ou já tinham ido.
Somente alguns poucos Bombeiros de Elite não participariam da cerimonia de inauguração. Estavam de plantão.
¾    Que transporte lindo. E é novinho.
¾    O nosso amigo o fez só para este evento. Chique não?
¾    É verdade. Vamos ver se é confortável.
¾    Nem parece que esta em movimento.
¾    Leve, suave e rápido.
Chegaram em minutos no final do túnel.
Estavam sendo aguardados.
¾    Linda, que bom vê-la. Algo errado?
¾    Não. Esta tudo nos conformes. A maioria dos esperados já se encontra presente.
¾    Ate o presidente?
¾    Não. Mas ele já anunciou que esta a caminho.
¾    Ótimo. O dr. Mateus e a dra. Regiane já estão a postos?
¾    Estão ansiosos, nervosos, aflitos e sei lá mais o que.
¾    É natural. O nome deles esta diretamente ligado a este projeto.
¾    E agora o meu também. Toda a mídia já esta me ligando e pretensos amigos exigem prioridades que nunca terão, posso garantir.
¾    Não seja tão dura. São seus amigos.
¾    São uns canibais. Se pudessem me esfolavam viva para ficar com o posto, isto sim.
¾    Acostume-se. Ainda vai piorar. Quando souberem das novidades vão cair matando em cima de você para obterem uma vaga para o sistema Danny.
¾    Eles que sabem. Será aberto a candidatos mesmo. Só que lá terão de obedecer ordens e cumprir objetivos. Será que vão querer?
¾    Não sei. Mas veremos.
¾    Chegamos. Perto de nossas naves esses modernos elevadores parecem tartaruga.
¾    Já esta neste nível, é?
¾    Daniel. Não se deixe levar pelas emoções. Mantenha o pé no chão. Quem manda aqui é você. Se algum repórter sair da linha, não se preocupe em pô-lo para fora.
¾    Sei disso. E eles também sabem. Muitos foram expulsos daqui pelos meus robôs. Não se atreverão a falar besteira.
¾    Olhe ali. O Gigante mandou montar tribunas e um auditório. Na parte vazia do terreno, que já esta todo gramado e repleto de arvores, cabem milhares de pessoas.
¾    É verdade. Vamos direto ao escritório. Vejam como já esta repleto de gente. Aquelas cadeiras cercadas estão reservadas a representantes de outros países, políticos representantes das diversas áreas. Governadores e prefeitos.
¾    Como o Gigante aprendeu a arte da diplomacia? Eu acreditava que ele iria por os políticos no meio de todo mundo.
¾    Ele quer que o pais abra suas fronteiras aos doentes e necessitados do mundo todo, para isto precisamos de ser cordiais. Isto não é bajulação. É ser prudente.
¾    Ali. Estão chegando delegações. Logo iremos iniciar as apresentações.
¾    Para o escritório depressa.
Encontraram o dr. Mateus e a dra. Regiane tentando se acalmar mutuamente.
¾    Bom dia amigos.
¾    Bom dia Danny. Estamos roendo as unhas.
¾    Viram a quantidade de pessoas lá fora?
¾    Estamos acompanhando pelos monitores. Olhe ali. Os médicos, enfermeiros e robôs técnicos e de segurança estão conduzindo todos aos seus devidos lugares. Somente o povo e a imprensa estarão livres para circular. As medidas de segurança exigem concentrar as celebridades num mesmo lugar. Nossos planadores estão evitando que helicópteros circulem a área.
¾    É prudente mesmo. Vamos ate lá.
¾    Vamos.
¾    Linda. A introdução será por sua conta.
¾    Sei disto. Já decorei meu discurso inaugural. Em seguida passo para nossos diretores.
¾    Vai falar algo Daniel?
¾    Vou. Só no final. Temos muita gente para apresentar e saudar.
¾    Vou saudar somente pessoas convidadas e as que os órgãos competentes anunciaram que enviariam.
¾    De acordo.
¾    Vamos.
Ao subirem no palco de apresentação um grande silencio se fez.
Todos os olhares convergiam para aquele jovem que agora surgia no cenário das grandes celebridades.
A pergunta era a mesma. Quem é esse jovem?
Ouve uma grande ovação de aplausos. Todos já reconheciam o grande beneficio que este hospital traria a população carente não só do país, mas do mundo todo.
E graças ao ótimo desempenho e grande admiração alcançado pelos Bombeiros de Elite, ninguém duvidava da seriedade deste empreendimento o “Hospital da Humanidade”.
Corria de boca em boca que neste estabelecimento todos seriam tratados de maneira igual. Não haveria favoritismo para ninguém. Esse era o sonho a muito esperado pelo povo.
Este era o motivo da ovação. Esta salva de palmas era um bem vindo.
A repórter Linda Maniet assumiu ao centro do palco e deu inicio a inauguração oficial.
Agradeceu a presença do publico em geral.
Deixou claro que eles eram as pessoas mais importantes ali nesta manhã.
Pegou uma lista de nomes e começou o agradecimento á presença de todos os representantes de órgãos públicos, lideres de delegações e representantes de nações estrangeiras. Representantes de associações populares. Ministros. Governadores, prefeitos.
¾    E agora faço referencia a presença de alguém que é muito estimado a toda a nossa Nação. O presidente de nosso país.
Toda a plateia aplaudiu de pé. Este presidente muito popular e querido.
¾    Meus amados. Hoje se torna realidade a inauguração do “Hospital da Humanidade”. Onde procuraremos tornar melhor a vida de todos os necessitados que pudermos ajudar. Estaremos de portas abertas a cidade, ao Estado ao país e ao mundo todo.
Linda narrou o que seria seu papel e se pôs a disposição, sempre que possível, de todos que precisassem dela...
¾    Também faço agora menção de nossos diretores. Doutor Mateus e doutora Regiane. Eles serão os diretores médicos do nosso hospital. Uma salva de palmas a eles que terão tão dura prova pela frente. Com os senhores a palavra.
¾    Obrigado. De hoje em diante terei muito mais cabelos brancos,...
¾    Estou agradecido ao senhor Daniel o privilegio de ter sido escolhido juntamente com minha esposa, a dra. Regiane, para ocupar este cargo de tamanha importância. Este hospital não medirá esforços para solucionar as mais difíceis lutas do homem contra as diversas enfermidades. Ninguém aqui será tratado como um mero número, mas sim, como um ser humano, com honra e dignidade. Poremos nosso coração a serviço da humanidade. Agora a dra Regiane estará descrevendo o rol de especialidades deste estabelecimento. Recebam minha amada esposa. Querida.
O dr. Mateus foi despedido com uma salva de palmas e a mesma coisa na entrada da dra Regiane.
¾    Obrigada. Ele é muito gentil. Hoje é dado um gigantesco passo pela saúde do ser humano. Aqui estará sendo tratadas doenças dos mais variados tipos. Estaremos realizando pesquisas em nossos diversos laboratórios. E desenvolvendo novos medicamentos. Estou feliz em divulgar a lista de especialidades deste primeiro bloco que esta sendo inaugurado.
¾    Este bloco tem dois quilômetros de frente, dois de largura, e um de profundidade. Ou seja ainda iremos instalar mais mil metros de altura.
¾    Este hospital tem um espaço central que atravessa todos os níveis para ajudar na circulação de ar. Mas também serve para descer um planador ate onde for necessário. Tudo para facilitar a vida de nossos pacientes.
¾    Hoje vocês conhecerão um paciente que já foi tratado aqui. Por emergência uma pessoa com câncer teve de ser internado antes da inauguração do hospital, hoje ele já esta se recuperando totalmente curado. E por acaso é sogro do nosso benfeitor, o senhor Daniel.
A esta referencia nova salva de palmas foi desencadeada.
¾    Daniel é o dono deste estabelecimento. Feito com recursos próprios. Tudo aqui já esta pago. Não mexemos com recursos de governos e nem de empréstimos financeiro de espécie alguma.
¾    Por este detalhe, podemos afirmar que todas as pessoas terão tratamento igual. Não haverá distinção de cor, raça, sexo nível social. Aqui você é igual a qualquer mega empresário, politico, ou seja lá quem for. A única distinção neste estabelecimento será o grau de necessidade que seu caso exige.
Nova salva de palmas interrompe a doutora. E ela prossegue.
¾    Agora listarei as especialidades a serem tratadas.
ü  - Alergia e imunologia: sistema imunológico
ü  - Anestesiologia: aplicação de anestesia e estudo da dor
ü  - Angiologia: sistema circulatório
ü  - Oncologia: tumores, cânceres
ü   - Cardiologia: coração
ü  - Cirurgia geral, pediátrica, mãos e pés, pescoço, plástica, vascular.
ü  ...
E descreveu as diversas especialidades da lista que o Gigante lhes havia entregue.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog